Loja Bijucaca

BIJ_web01

Montra da loja Bijucaca. Tipo de projecto: Iluminação de montras – Bijuteria. Local: Rua dos Cavaleiros 56 Mouraria, Lisboa. Equipa: Joana Forjaz – designer de iluminação tutora da equipa,  Estudantes: Ana Galaz, Irene Alves.
Em cada Montra lateral: – 2 projectores: Modelo utilizado: Imagine Small para calha de correr, 3000K 11W LED, 1 calha técnica de 50 cm, 2 reflectores 35º,  2 projectores: Modelo utilizado: Imagine Small para calha de correr, 2 calhas técnica de 50 cm. Fonte de luz: 3000K 11W LED Narrow Spot. Patrocinador: PROLICHT.

 

A loja Bijucaca, situada na Rua dos Caveleiros 56, é especializada na venda de bijuteria, mas, também na venda de roupa e acessórios de moda de origem indiana. O interior da loja leva-nos a viajar até à Índia através do cheiro, das cores vivas das peças e do brilho dos dourados da bijuteria.

O conceito de montagem da loja utilizou, precisamente, o  produto de venda maioritário, a bijuteria, valorizando-a através de uma composição artística com  elementos de suporte do produto – os bustos. A loja possui duas montras laterais, as quais foram ocupadas pelos bustos suspensos para criar continuidade e profundidade na vitrine geral. Estas montras são rompidas por um elemento central luminoso – o sol -, o qual nos faz viajar até à Índia e que, de certa forma, vem oferecer alegria a este cenário escuro.

BIJ_web03

Os bustos “vestidos” de bijuteria foram suspensos em várias alturas, cuja posição tenta criar uma sensação de profundidade e harmonia na disposição, tentando, em simultâneo, deixar “respirar” as peças.  A composição dos bustos, contou com ganchos no tecto das vitrines para o seu suporte, com fios de nylon em alturas diferentes.  Para cobrir o espaço no fundo e nas paredes, e, após a elaboração de alguns testes, o veludo preto foi, de facto, a cor de eleição para fazer brilhar o dourado das peças e para criar essa sensação de profundidade.

Adicionalmente, e, não só para ocultar as fontes de luz localizadas no tecto, mas, também, para que a montra se tornasse totalmente escura para que o olhar fosse atraído somente para o dourado das peças, surgiu a necessidade de cobrir os topos do tecto da loja através de faixas de cartolina preta.

O  sol central, aparentemente suspenso, ficou exposto na porta igualmente com fundo preto, e, no chão foi colocada cartolina de cor laranja para simular os reflexos do sol e para enfatizar o centro da montra.

A iluminação foi, na realidade, a ferramenta principal para revelar o dourado brilhante das peças. Foram introduzidas duas calhas de correr no tecto junto à janela da montra, para receber os projectores salientes, sendo estes orientados para o produto. Após os ensaios com diferentes reflectores, os mais adequados foram os de  35º de abertura, para homogeneizar o efeito de luz e para minimizar reflexos. Cada montra lateral conta com dois projectores direccionados para as joias.

BIJ_web02

O sol mereceu um efeito backlight, para criar o efeito de peça luminosa e com luz própria. Foram introduzidas duas calhas de tecto, cada uma atrás de cada montra lateral para evitar o ofuscamento directo, ambas com projectores direccionados para o sol central.

O processo de montagem contou com vários coffee breaks com as pessoas do bairro, que nos proporcionaram momentos muito divertidos.

BIJ_web04

Um agradecimento especial ao proprietário da loja pela ajuda e entusiasmo, pois sem o seu apoio não conseguiríamos concretizar estas ideias.

Joana Forjaz.