Projecto: Escadaria Villa Mallorca

nl12b-1

Lighting Designer: Paula Longato, Emily Dufner, Arup Berlin

Projecto: Staircase Villa Mallorca | Tipo de projecto: Iluminação de interiores | Local: Mallorca, Espanha | Cliente: Condidential. Texto: Paula Longato. Data: 2014-2015 | Fotógrafo: ©Quintin Lake, Desenho ©Arup. Alguns dos produtos de iluminação especificados: Roblon fibras ópticas, Zumtobel Super System

Sobre materialidade e formas

Ao sermos contactados para fazer o projeto das escadarias para uma residência particular em Mallorca, Espanha, eram importantes para o Arquiteto responsável, que se resolvessem tanto os encaixes chanfrados e execução dos painéis perfurados e chanfrados assim como a questão da valorização da escada através da iluminação.

Painéis com perfurações similares, porém apenas em cobre, são vistos por toda a residência, integrados à paisagem e cobertos com plantas. Já para o revestimento da escada, estes painéis deveriam ser estruturalmente mais reforçado, daí a composição com uma base em madeira. Segundo o projeto de montagem, os painéis perfurados revestidos de cobre seriam sobrepostos sobre uma estrutura secundária em aço, que por sua vez estaria ancorada à estrutura de concreto da escada. Estes seriam encaixados de forma inclinada e a uma certa distância do painel do fundo, inteiriço de madeira, a fim de dar impressão de profundidade. Uma vez posicionados os painéis perfurados, não haveria possibilidade de remoção para manutenção de eventuais equipamentos de iluminação.

nl12b-2

Para o conceito de iluminação partimos tanto da forma dos painéis inclinados com suas perfurações como da materialidade do revestimento em cobre, onde ambos deveriam ser ressaltados. Decididos os conceitos que deveriam ser desenvolvidos, seguiu-se uma série de testes para a iluminação tanto das perfurações quanto do material. Logo chegou-se à conclusão que a melhor maneira de iluminar os painéis a fim de ressaltar suas perfurações e revelar a madeira de fundo seria uma iluminação backlight exatamente entre os painéis perfurados e de fundo, o que dificultaria a manutenção do equipamento, dada a imobilidade destes painéis quando montados.

A tecnologia que conseguiu resolver este obstáculo técnico foi a da fibra ótica. Uma série de projetores com lâmpadas de vapor metálico foram instalados num armário no nível inferior da casa. Este armário foi equipado com um sistema de ventilação especial que assim como permite a troca de ar para que se evite um sobreaquecimento dos projetores, não deixa escapar nenhum ruído. Conectados a estes projetores estão feixes de fibra ótica que transportam a luz do armário aos painéis. Os feixes de fibra foram encapados com uma manga preta até chegarem a seu designado painel, para evitar que luz escape das fibras no caminho. A partir da chegada das fibras em um canto de cada painel, o feixe ramifica-se de maneira a espalhar-se por toda a superfície da madeira que suporta o revestimento de cobre perfurado, conferindo assim uma iluminação homogénea e ao mesmo tempo suave, que ressalta as formas e profundidade dos painéis.

nl12b-3

Assim como conferir uma iluminação a fim de responder de forma poética ao desenho e formas propostos pelo arquiteto, era necessário responder à uma função mais técnica, de iluminar os degraus. Nos testes que fizemos para revelar a materialidade dos painéis de revestimento, ficou claro que a iluminação vinda de cima, instalada no teto de revestimento de pedra porosa seria a mais recomendável. Para esta instalação, luminárias de dimensões mínimas da Zumtobel (série Super System) com distribuição de luz assimétrica foram escolhidas. Cada spot possui ajuste individual,  permitindo a orientação dos fachos de luz conforme a necessidade, para a superfície dos painéis, ressaltando as bordas das perfurações, ou para os degraus.

Para ressaltar a forma dos degraus e o detalhe construtivo, fibras óticas adicionais que percorrem os espelhos e pisadas da escada foram instaladas

A escada ficou assim, tendo dois cenários: uma iluminação contínua, mais suave, feita pelo back light das fibras óticas, e outro com caráter mais técnico realizado pelas luminárias de teto, que são acesas assim que alguém se aproxima dos degraus.

Paula Longato